Noticia Blog

Tratamento Lifting

Categoria: Beleza
Data: 18/10/2017
Por: Rede Clinica Popular

Após uma certa idade, a pele começa a perder sua hidratação natural, resultando na perda de substâncias essenciais e da densidade da pele.

Essas mudanças ocorrem devido a perda dos tecidos que sustentam a pele e do colágeno, aumentando consideravelmente a flacidez cutânea.

Contém uma potente ação antioxidante que promove revitalização e luminosidade a pele.

Diminui as linhas de expressão e reidrata a pele.

Indicado para uma pele madura, pele que perdeu o contorno facial.

Remodelador facial, rejuvenescedor com alto poder antioxidante.

Peles maduras, com bolsas, linhas de expressão, rugas dinâmicas e rugas estáticas.

 

Lifting na face

O lifting facial ou ritidoplastia é uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil. Ela se caracteriza pelo tratamento da flacidez de pele ou das estruturas mais profundas da face, devolvendo os tecidos ao seu lugar original, consequentemente, trazendo de volta jovialidade para o paciente. Atualmente, ela também é associada à enxertos de gordura na face, já que é sabido que uma das causas do envelhecimento facial é a perda de gordura.

Generalizando: o lifting facial é compreendido de uma incisão que vai desde o cabelo (suíça) circundado a orelha e entrando ou contornando o cabelo. Após é realizado um descolamento extenso, onde é identificado o sistema músculo-aponeurótico superficial (SMAS), o qual é suturado, devolvendo ao paciente o tecido para seu lugar de origem. Após esse processo, procede-se a retirada do excesso de pele. A ritidoplastia pode ser associada com a lipoaspiração do queixo e pescoço, preenchimento com essa mesma gordura retirada, blefaroplastia, entre outras, uma vez que o tratamento da face deve ser global. Mas, a cirurgia pode ser realizada de diversas maneiras e cada uma delas tem sua indicação particular:

Contraindicações

Existem contraindicações técnicas, como um paciente que não se encaixa nas indicações do procedimento ou tem expectativas diferentes ou mesmo fantasiosas e irreais sobre o que a cirurgia oferece. Além disso, existem as contraindicações clínicas, como cardiopatias, diabetes e outras doenças sistêmicas descontroladas.

O tabagismo é fato preocupante para cirurgia de face, uma vez que pode haver necrose dos tecidos que ficam no rosto devido ao fechamento dos pequenos vasos causado pelas substâncias contidas no cigarro.

Preparação para cirurgia

Primeiramente o cirurgião conversa com o paciente sobre suas expectativas, particularidades, resultados esperados e faz um exame físico minucioso. Depois são pedidos os exames que atestarão as condições físicas de realizar o procedimento. Ou seja, avaliação cardiológica (risco cirúrgico), hemograma completo, raio-X, exame de urina. A necessidade de cada exame vai variar de acordo com a cirurgia a ser realizada.

Os resultados dependem muito do pré-operatório, pois quanto melhores as condições iniciais, melhor será o resultado final. Porém, o procedimento visa a devolução dos tecidos ao seu sítio original, reconquistando, em partes, a juventude perdida do paciente em questão. Mas, lembre-se, o resultado final poderá ser observado após 4-6 meses.

 

Deixe seu comentário: