Noticia Blog

A Obesidade e as doenças cardíacas

Categoria: Alimentação
Data: 20/10/2017
Por: Rede Clinica Popular

Hoje iremos falar de outro ponto que também é um fator de risco para eventos cardíacos nos indivíduos, a obesidade.
A obesidade é uma doença crônica que engloba fatores sociais, comportamentais, ambientais, culturais, psicológicos, metabólicos e genéticos. Caracteriza-se pelo acúmulo de gordura corporal, que pode ser causado pelo excesso de consumo de calorias e/ou sedentarismo. O sobrepeso e a obesidade contribuem de forma importante para o desenvolvimento de doenças crônicas, como as cardíacas, e outras (definição SOCESP).
Sendo assim, a alimentação tem papel essencial no combate a essa doença e consequentemente as doenças coronarianas.
Dicas:

• Aumente o consumo de fibras. Prefira os alimentos integrais (arroz, pão, biscoitos, macarrão) no lugar dos tradicionais e consuma de 4 a 5 porções de verduras e legumes todos os dias. As fibras atrapalham a absorção da gordura e dos açúcares, favorecendo o metabolismo, sendo uma aliada ao emagrecimento;
• Mastigue bem os alimentos. Esse processo permite que a chegada do alimento ao estômago seja lenta, o que implica em maior tempo para o órgão enviar uma mensagem de saciedade para o cérebro diminuindo a vontade de comer mais, ou seja, muitas vezes o excesso;
• Evite o consumo de calorias vazias (doces, balas, açúcar refinado). O corpo utiliza uma parte como fonte de energia e o restante é acumulado na forma de gordura;
• Aumente o consumo de frutas para 4 porções todos os dias. As frutas além de fornecer vitaminas, minerais e fibras, possuem a frutose, açúcar que pode ajudar a diminuir a vontade de comer doces;
• Evite o consumo de gordura animal. Retire a pele ou gordura aparente das carnes e diminua o consumo de manteiga e ovos;
• Prefira as preparações assadas, grelhadas ou cozidas. Evite frituras.
• Evite os alimentos industrializados, geralmente são ricos em gorduras, sódio e açúcares.
• Consuma pelo menos 2 litros de água por dia, isso evita a retenção hídrica e melhora função renal, que é a responsável por eliminar as toxinas do corpo.
• Evite o uso de temperos concentrados nas preparações das refeições, dê preferência aos temperos naturais como salsinha, cebolinha, alho, etc.
• Pratique atividade física, no mínimo 30 minutos diários, isso ajuda no gasto calórico.

Deixe seu comentário: